Engenharia em favor da Sustentabilidade Ambiental, Econômica e Social.

Sustentabilidade: Moda ou Necessidade?

20/08/2011 11:23

Inspirada pelo boletim da SMEA escrito pelo Engº Agrônomo Emílio Mouchrek "Sustentabilidade: Muito se fala, pouco se sabe", resolvi escrever esse post tendo em vista que concordo plenamente com ele e uma das funções desse blog é divulgar ações, conceitos e tudo o que possa contribuir para o entendimento sobre o Meio Ambiente e nossa dependência em relação a ele.

 

Afinal, o que é o uso sustentável? E o desenvolvimento sustentável? Por que tanto se fala em sustentabilidade? Por que esse termo virou sinônimo de preocupação ambiental? Por que tantos falam, mas poucos sabem o real significado e menos ainda agem com sustentabilidade?

 

O que é uso sustentável de um recurso?

Sustentabilidade está ligada à capacidade de carga, uso, suporte em um tempo considerado, sendo assim "a intensidade e o modo de uso que um local pode suportar, durante determinado período de tempo, sem causar prejuízos consideráveis ao ambiente físico ou social"1. Por exemplo, uso sustentável pode ser: usar um recurso natural, como o solo (seja em plantações, seja em construções), a água (que nós usamos todos os dias em nossas casas), o ar (que também usamos todos os dias quando respiramos e quando ligamos nossos carros), durante o período inteiro de nossas vidas sem causar prejuízos ao ambiente ou ao nosso vizinho.

 

O que é desenvolvimento sustentável?

Segundo o conceito da Comissão de Brundtland (1987), desenvolvimento sustentável é "um processo de mudança no qual a exploração dos recursos, a direção dos investimentos e os avanços tecnológicos e institucionais estão em harmonia e permitem o atendimento das necessidades e aspirações das gerações presentes e futuras."1

 

Isso quer dizer que para praticar sustentabilidade não basta um discurso, é preciso investir em harmonização entre ambiente, pessoas e economia de um lugar, seja uma comunidade, um país, um continente ou uma empresa, ou ainda a nossa casa. Temos que agir como formiguinhas. Cada um faz o que pode, cada um age de acordo com seu conhecimento e seu papel na sociedade, quando possível unido a grupos. Dessa forma, juntando as ações de cada um (pessoa ou grupo), veremos grandes mudanças e melhorias na qualidade do meio ambiente e em consequência, nossa qualidade de vida e, mais importante, dos nossos filhos, netos, bisnetos.

 

O conceito de sustentabilidade é muito simples se pensarmos nele em relação a uma herança. Seremos sustentáveis na medida em que deixarmos nosso ambiente igual ou melhor para nossos filhos do que ele foi para nós, mesmo que tenhamos usado seus recursos para nossa sobrevivência e bem-estar.

 

Moda ou necessidade?

 

A publicidade tem colocado o termo nas cabeças de todos, mas da pior forma possível. Podemos dizer que virou moda dizer: "Aqui nós praticamos sustentabilidade". A palavra sustentabilidade é tão falada que ninguém a escuta mais. Quero dizer com isso que as pessoas ouvem, mas não se interessam em saber o significado, pois ela se tornou "normal" aos seus ouvidos. Todos falam em sustentabilidade, mas ainda temos que avançar muito para dizer que algo é realmente sustentável. Temos de estar atentos para não cair no discurso vazio, pois é muito fácil isso acontecer devido à dificuldade em se colocar em prática. Ser sustentáveis é uma necessidade de todos nós. Para garantir espaço, alimento, água e ar de qualidade para nossos filhos. Temos a necessidade urgente de pensar em como agir com sustentabilidade em tudo o que fazemos em nosso dia-a-dia. Temos que brigar por isso no meio em que vivemos, para que se tornem ações corriqueiras, para que o governo seja sustentável, para que as empresas sejam sustentáveis. Brigar com exemplos, com difusão de tecnologias, com divulgação de ações. Assim conseguiremos um mundo sustentável, sem modismos, mas com muita atitude.

 

1 Conceitos tirados das anotações da disciplina "Gestão Ambiental", ministrada pelo Prof. James Jackson Griffith, na UFV.

Pesquisar no site