Engenharia em favor da Sustentabilidade Ambiental, Econômica e Social.

Dilma anuncia novas creches e afirma que unidades garantem às mães o direito de trabalhar

27/05/2011 00:01

O governo federal vai destinar recursos para a construção de 138 unidades de educação infantil e 454 quadras esportivas cobertas em mais de 300 municípios. Nesta quinta-feira (26), a presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Educação participaram de cerimônia para firmar o compromisso, por meio do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância).

“Com a construção de creches e pré-escolas, estamos abrigando e oferecendo educação a crianças até cinco anos”, afirmou. Os recursos serão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), e somam R$ 370 milhões.

Para a presidenta, a rede de educação infantil garante às mães o direito de trabalhar e a possibilidade de aumentar a renda da família.

Dilma defendeu o papel das unidades para o desenvolvimento das crianças que utilizam a rede pública de ensino. “Dar atenção especializada e educação nesse período essencial para o desenvolvimento cognitivo pode fazer uma diferença fundamental para o resto da vida”, afirmou.

Recursos do PAC 2 serão aplicados na assistência financeira, em caráter suplementar, a estados, Distrito Federal e municípios.

Até o fim do ano, o Proinfância deve construir 1,5 mil quadras esportivas. Até 2014, a meta do programa é construir 6 mil quadras e reformar 4 mil.



Transporte

Na cerimônia, o governo federal também fez a doação 30 mil de bicicletas e capacetes escolares do programa Caminho da Escola a 81 municípios de todo o País.

O ministro Fernando Haddad explicou que o programa avança em módulos :“No primeiro, tivemos o ônibus escolar; depois, em parceria com a Marinha, possibilitamos a compra de embarcações; agora é a vez da bicicleta”, disse.

Estudos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) apontam que uma grande número de estudantes percorrem a pé distâncias entre dois e 12 km de casa até a escola ou ponto de embarque do transporte escolar. A maioria vive em localidades que não têm condições de tráfego para veículos automotores. Nesses casos, o uso de bicicletas ajuda a reduzir o tempo e o esforço daqueles que percorrem pequenas e médias distâncias.

O FNDE promoveu pregão eletrônico para a aquisição também de capacetes específicos para ciclistas. O Caminho da Escola prevê a compra de 100 mil bicicletas e capacetes até o fim do ano.

Segundo o MEC, um projeto-piloto será realizado para avaliar os diversos aspectos dessa modalidade de transporte no meio escolar.

Fonte:
Portal Brasil
Ministério da Educação

Pesquisar no site