Engenharia em favor da Sustentabilidade Ambiental, Econômica e Social.

Dedicada à minha querida tia Rosely

Esta seção foi elaborada após apelo da minha tia Rosely para colocar no site uma lista das espécies animais ameaçadas de extinção. Sabemos que a degradação ambiental, os desmatamentos descontrolados e várias outras intervenções humanas, são as principais ameaças a animais silvestres, vegetais e muitas outras formas de vida. Sendo assim, resolvi acatar ao pedido e divulgar pelo menos uma parte da imensa lista de espécies ameaçadas de extinção no Brasil. Como a extensão é grande, publicarei um pouquinho a cada dia, começando pela fauna.

 

A lista da fauna ameaçada foi inteiramente extraída da publicação "Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção", do Ministério do Meio Ambiente (2008). Já a lista da flora ameaçada foi tirada da Instrução Normativa MMA nº 06, de 23 de setembro de 2008.

 

Temos de nos lembrar que nós somos responsáveis pela diminuição da biodiversidade no planeta. Nós moramos em construções (usamos áreas antes dos outros seres), poluímos com nossos esgotos, nos vestimos, usamos celulares e carros, e tudo isso está ligado ao desmatamento com consequente redução de hábitats, ao aumento da temperatura global, à poluição da água e muito mais. O que podemos fazer, então? Vamos deixar de morar em casas? Deixar de comer? Andar à pé? Bem, não podemos ser radicais. O ser humano já está adaptado a essa situação. Ou alguém aí se habilita a voltar a viver sem cama, casa, comida e roupa lavada? Mas podemos ajudar a conservar a biodiversidade com nossas atitudes. ATITUDE. Essa palavra é mágica! Podemos escolher entre um celular novo a cada 6 meses ou usar o mesmo celularzinho, um pouco "ultrapassado", é verdade, mas que ainda funciona e faz sua principal função: telefonar. Podemos escolher manter nossos automóveis com bom funcionamento, reduzindo os gases de efeito estufa liberados na atmosfera. Também podemos escolher não desperdiçar alimentos, separar o lixo, racionar o uso da água, usar a folha de papel dos dois lados, reciclar materiais, aumentar a produtividade agrícola (e assim diminuir a área plantada) entre tantas outras ações. Juntas, essas mudanças de atitude podem fazer um milhão de coisas pelo meio ambiente, ajudando na conservação da BIODIVERSIDADE.